Compras

Procon-LD repassa dicas para compra de material escolar

Publicado por Stevan Arruda

Com diversas papelarias na cidade, fazer pesquisa de preço ajuda a economizar; também é preciso ficar atento ao que é exigido pela escola

Veja o que dá para reaproveitar: Um conjunto de lápis de cor do ano passado, um caderno que não foi todo preenchido e a mochila que está em bom estado podem ser reutilizados no novo ano escolar. Foto: GImagens

Em época de férias escolares, pais e responsáveis se preparam para o novo ano letivo. E é no mês de janeiro que a maioria opta por realizar a compra dos materiais escolares. Para auxiliar os consumidores a adquirirem os itens da forma mais justa, o Núcleo Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor de Londrina (PROCON-LD) repassa dicas e orientações importantes para a população colocar em prática.

A primeira refere-se a lista encaminhada pela escola. Nesta, devem constar apenas materiais utilizados pelo aluno nas atividades pedagógicas diárias, em quantidade coerente. Materiais para uso comum da unidade, como produtos de limpeza e higiene, ou de uso administrativo, não devem constar na lista do aluno.

Não deixe de fazer pesquisas de preços em papelarias, bazares, lojas de departamentos e pela internet. Foto Ilustrativa

Além disso, a lista de materiais fornecida pela escola não pode restringir marcas, ou exigir que a compra seja realizada em determinado estabelecimento comercial.

Para garantir os melhores preços, a sugestão do PROCON-LD é que o consumidor faça uma pesquisa em vários estabelecimentos e lojas. É possível solicitar o orçamento completo nestes locais, para facilitar a comparação dos valores.

A compra em atacado é outra forma de economizar. Grupos de pais e responsáveis se unem para, juntos, comprarem os materiais em maior quantidade. Isso reflete em um preço mais baixo para todos.

Os pais precisam conversar com os filhos antes das compras para explicar a situação financeira da família e quanto poderão gastar com o material escolar. Se os pais precisam economizar, devem explicar para a criança que será necessário comprar itens mais básicos. Foto Ilustrativa

Por fim, o PROCON-LD orienta que os pais e responsáveis não deixem as compras para a última hora, evitando filas. E solicitem sempre a nota fiscal dos produtos.

O coordenador do PROCON-LD, Gustavo Richa, destacou que, caso o consumidor observe algum descumprimento da legislação, entre em contato com o órgão para fazer sua denúncia ou obter mais informações.

A sede do PROCON de Londrina fica na Rua Mato Grosso, 299, centro, e o funcionamento ocorre das 9 às 17 horas, de segunda a sexta-feira. Os telefones para contato são 151 e (43) 3345-0396, e o e-mail é procon@londrina.pr.gov.br.

Redação Agora Londrina com Assessoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s