Esporte

Nova arena VGD é projetada para 20 mil pessoas

Projeto da “Arena VGD” engloba a cobertura para 100% dos assentos e capacidade para 20 mil torcedores

vgd2

Londrina Esporte Clube projeta reformar o Vitorino Gonçalves Dias e transformar o popular VGD em uma arena multiuso. A ideia do clube é modernizar o estádio para receber os jogos do Tubarão, além de outros eventos de entretenimento.

De acordo com o presidente do clube, Cláudio Canuto, o projeto é organizado entre a diretoria do clube e a Fundação de Esportes de Londrina. A última reunião aconteceu na sede da prefeitura, no dia 20 de março.  O projeto prevê que a nova arena multiuso, no Centro de Londrina, seja construída para comportar um público de até 20 mil pessoas. Canuto afirmou que um engenheiro, que já fez o projeto de outras arenas esportivas, estimou a obra em até R$ 40 milhões. “O projeto é muito ambicioso. Nós temos tentado resgatar a ideia e trazer os torcedores para caminhar com o clube”, defendeu. Mesmo assim, como o estádio é patrimônio municipal, o presidente lembrou que o início da reforma também depende da prefeitura.

vgd3

O presidente da Fundação de Esportes de Londrina, Fernando Madureira, afirmou que o clube já tem a concessão de uso do local, mas é necessário que o contrato seja alterado para que as obras sejam feitas.

Ainda que a prefeitura autorize a construção, o clube precisa ainda de patrocínios e empresas que ajudem a financiar a nova construção. Questionado, o presidente alegou que os patrocínios ainda não foram definidos e a diretoria do Tubarão estuda novas formas para custear a obra.

O projeto é uma iniciativa própria do Londrina e não do gestor Sérgio Malucelli, que gere o futebol do clube. O projeto é encabeçado pelo ex-presidente do LEC e vereador da cidade Felipe Prochet (PSD).

vgd2

Sem revelar o nome, Prochet garante que o LEC já tem um investidor para bancar reforma. Segundo ele, a empresa é uma multinacional atuante na região e que faria toda a gestão da arena, inclusive estampando o naming rights do estádio. O custo da obra não passaria de R$ 40 milhões. Já o projeto é desenhado pelo arquiteto Renato Viani.

“Fizemos um orçamento com a empresa que fez o estádio da Chapecoense para avaliar os custos e fazer algo nos mesmos moldes. Hoje você pode construir só o estádio, sem grandes acabamentos, e gastar de R$ 35 a R$ 40 milhões”, analisa Prochet, indicando que esta é intenção do clube.

vgd1

Entre os programas estudados, Canuto diz que o LEC planeja uma nova campanha para sócios torcedores, que devem apoiar o clube na nova fase. “Seria um marco histórico, uma boa campanha e um novo estádio com a retomada do bom futebol que sempre foi aplicado no VGD”, lembrou.

Mesmo com as reuniões, a diretoria do Londrina e a prefeitura ainda não deram previsões sobre o início da construção. O projeto da nova arena está sendo feito pela Viani Arquitetura.

Colaboração Daniel Malucelli – Gazeta do Povo

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s