Eventos

Governo do Paraná libera recursos e investimentos para Londrina

Foram anunciados diversos incentivos para a área da Saúde e infraestrutura, durante a ExpoLondrina 2019

governador-libera-recursos-VP

Foto: Vivian Honorato

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, liberou diversos recursos e investimentos para mais de 50 municípios do Estado, durante a ExpoLondrina 2019, onde foi transferida a sede do governo, para o município de Londrina, os maiores anúncios foram na área da Saúde.

Foram liberados R$ 600 mil de incentivo financeiro e custeio para a oncologia do Hospital do Câncer, mais R$ 100 mil de repasse para aquisição de equipamentos e materiais permanentes; mais de R$ 3,5 milhões para a Santa Casa de Londrina, para aquisição de equipamentos para a realização de micro cirurgias de alta complexidade, além de R$ 742 mil para o HOSPSUS fase 1 – programa de incentivo para custeio do hospital.

Na área de infraestrutura, o governador autorizou liberação de mais de R$ 300 mil para pavimentação de vias urbanas do distrito de Lerroville, incluindo execução de rede de drenagem de águas pluviais, meio fio, urbanização das calçadas e sinalização viária horizontal e vertical. Também foi autorizada a licitação para a retomada da construção do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) Londrina e também de Ibiporã, fruto de uma emenda do deputado federal José Carlos Schiavinato.

Foto: Vivian Honorato

Além disso, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) assinou, durante a programação da Expolondrina 2019, contratos de financiamentos e convênios com cooperativas de crédito e produção e empresas de Londrina e região, no valor de R$ 81 milhões. “Este recurso vai atender algumas cooperativas do Estado, ou seja, é um incentivo ao setor produtivo e à geração de empregos”, ressaltou o governador Ratinho Junior.

Segundo ele, a ideia do governo é ser parceiro dos municípios, para tornar possível a execução de obras de infraestrutura que atendam o crescimento das cidades. “Os municípios sozinhos não conseguem fazer o necessário para suas cidades, porque não há dinheiro para tudo. Vamos atender o setor empresarial e comercial, que geram emprego, pois queremos ser gerador de muitos empregos no Paraná, em especial no interior. Londrina é uma cidade que tem uma necessidade maior de investimentos em infraestrutura, pois vem crescendo muito, e temos procurado atender as suas demandas ao longo dos meses, na medida do possível”, apontou.

Foto: Vivian Honorato

O prefeito Marcelo Belinati disse que estes dias em que o Governo do PR montou sua sede em Londrina trouxeram muitas conquistas. “Hoje foram anunciados muitos ganhos para a saúde. Os recursos para a Santa Casa – que está em fase avançada de construção de uma ala nova que vai quase dobrar a capacidade do hospital – conseguimos liberar no ano passado, junto ao ministro da saúde. São investimentos que vão trazer um grande ganho para saúde pública da cidade de Londrina”, afirmou.

Sobre as obras de infraestrutura anunciadas na quinta-feira (10), de duplicação da PR 445 até Mauá da Serra, execução do Contorno Norte, viadutos da Bratislava, Angelina Vezozzo e da PUC, e a privatização do Aeroporto de Londrina, o prefeito enfatizou que estas obras vão dar a infraestrutura necessária para que a cidade possa atrair mais empresas e indústrias, melhorando a qualidade de vida da população. “A privatização do Aeroporto de Londrina vai trazer investimentos da iniciativa privada, proporcionado um grande ganho”, apontou.

Acordo de Cooperação – Durante a ExpoLondrina, a Prefeitura, por meio do Instituto de Desenvolvimento de Londrina (CODEL), a Agência Paraná de Desenvolvimento (Paraná Desenvolvimento), a Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (CELEPAR) e Instituto de Tecnologia do Paraná (TECPAR), firmaram um Acordo de Cooperação Institucional que tem como foco o planejamento de ações para promoção do desenvolvimento econômico sustentável de Londrina, na elaboração e construção de projetos e modelagens de negócios que fomentem a evolução das empresas no Ecossistema do município.

O presidente da CODEL, Bruno Ubiratan, destacou que Londrina hoje é uma cidade tecnológica inovadora, que tem a maior densidade de startups do Paraná e mais de duas mil empresas na área de TI, sendo uma referência no Estado. “Tudo isso fez com que o Governo decidisse executar, em Londrina, este acordo de cooperação, para que possamos trocar informações e crescer ainda mais. Londrina e o Estado do Paraná estão unidos na ciência e inovação”, frisou.

A diretora de Ciência e Tecnologia da CODEL, Renata Passi, informou que o objetivo do acordo é estreitar laços entre os governos estadual e municipal, para o desenvolvimento do Ecossistema de Inovação de Londrina. Segundo ela, por meio disso, será possível alinhar e desenvolver ações que potencializem o Ecossistema de Inovação de Londrina, junto ao governo do Estado. “Londrina estará preparada para receber as ações e projetos do governo do Estado, talvez a mais preparada do Paraná, como ações voltadas para startups e para novos negócios”, adiantou.

N.Com | Prefeitura de Londrina

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s