Noticias

Coletivo de contadoras de história terá aporte financeiro do Instituto MRV

Projeto foi eleito pelo público em votação popular; além do incentivo financeiro, responsáveis receberão treinamentos

Instituto MRV prorroga inscrições para quarta edição do programa Educar para Transformar

O projeto Coletivo de Contadoras de História Rosazul foi o escolhido do público na quarta chamada pública de projetos do programa Educar para Transformar. Nos próximos quatro meses, o projeto receberá R$ 30 mil para desenvolver suas atividades e os responsáveis passarão por um treinamento focado em questões administrativas e no desenvolvimento das ações educacionais.

A escolha final do projeto aconteceu por votação popular, no site do Instituto. Os finalistas foram selecionados por uma comissão avaliadora. Segundo Raphael Lafeta, diretor do Instituto MRV, o Educar para Transformar foca em propostas que associam educação aos três pilares do desenvolvimento sustentável: social, ambiental e econômico. “Acreditamos que a educação é o principal alicerce para o desenvolvimento de um país. Por isso, buscamos apoiar projetos com cunho educacional e torná-los perenes, contribuindo com a vida de milhares de jovens e crianças”, afirma o executivo.

Coletivo de Contadoras de Histórias Rosazul
Com foco em meninas de 16 a 18 anos, o Coletivo de Contadoras de História Rosazul é um projeto da Biblioteca Interativa do Centro Educacional Marista Irmão Acácio, que busca empoderar a figura feminina por meio da cultura da oralidade e da literatura. Além disso, democratiza o acesso à cultura e à educação por meio do encantamento, das histórias e da imaginação. Aspectos tão importantes para a formação infantil que muitas vezes são negligenciados pelo estado e pela família, o que resulta em jovens e adultos não leitores e sem criticidade para lutar por mudanças sociais importantes.

Sobre o Instituto MRV

Para a MRV Engenharia, investir em responsabilidade social é tão importante quanto garantir o sonho da casa própria para milhares de brasileiros. Por isso, a companhia fundou em 2014 o Instituto MRV, organização sem fins lucrativos, voltada para promoção da transformação social do país por meio da educação. Somente em 2017, foram investidos mais de R$5,6 milhões em projetos como a Chamada Pública de Projetos, Criança Esperança, Programa Miguilim, Cidade dos Meninos São Vicente de Paulo, Projeto Querubins, e muitos outros. Além disso, o Instituto também é responsável pelo incentivo ao voluntariado junto aos mais de 20 mil colaboradores da construtora. Saiba mais em www.institutomrv.com.br.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s